segunda-feira, 26 de abril de 2010

Aumento no número de assinantes

Em março, o Brasil registrou 194,1 mil novos acessos ao serviço de TV por assinatura, divulgou nesta segunda-feira a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Com as novas adesões, o país chega à marca de 7,9 milhões de domicílios com o serviço. No trimestre, o setor acumula um crescimento de 3,9%.

Os 7,9 milhões de acessos à TV por assinatura correspondem a 26 milhões de brasileiros que desfrutam do serviço, de acordo com o número médio de pessoas por domicílio calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em 12 meses, houve uma evolução de 20,8% na base de clientes do setor.

A região que apresentou maior evolução foi a Norte, com crescimento nos últimos 12 meses de 48,2%. O Estado que mais puxou esse resultado foi o Amapá, com crescimento recorde de 113,1%.

Folha Online

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Google pode indenizar padre em BH

A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) condenou a empresa Google a indenizar um padre em R$ 15 mil, vítima de ofensas e acusado de pedofilia em uma comunidade criada no site de relacionamento Orkut. Em julgamento do recurso no último dia 7, os desembargadores confirmaram a sentença em 1ª instância e mantiveram a condenação à empresa.Então pároco na cidade de Bueno Brandão, no sul de Minas, o padre J.R., de 54 anos, ajuizou uma ação de indenização por danos morais em 2008. Em julho do ano anterior, um usuário anônimo inseriu, em uma comunidade no Orkut, mensagens ofensivas ao religioso, chamado de "farsante, o namorado da sacristã, o pedófilo (...) o ladrão que tem amante".

O juiz de primeira instância, porém, considerou que houve danos morais e determinou uma indenização de R$ 15 mil. Na 12ª Câmara Cível do TJ-MG, o relator, desembargador Alvimar de Ávila, entendeu que a Google "ao disponibilizar espaço em sites de relacionamento virtual, em que seus usuários podem postar qualquer tipo de mensagem, sem prévia fiscalização, com conteúdos ofensivos e injuriosos e, muitas vezes, com procedência desconhecida, assume o risco de gerar danos" a outras pessoas. Seu voto foi acompanhado por outros dois desembargadores.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Consolo


De uma repórter sobre a previsão da meteorologia para Sergipe: a informações são que dentro de dois ou três dias, o tempo deverá ficar firme. Firme? O que é tempo firme? Firme é sinônimo de dia ensolarado? Até porque nunca vi chuva mais firme do que a que vem atingindo Aracaju!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Coisa de advogado

Prosopopéia flácida para acalentar bovinos
(Conversa mole pra boi dormir )

Romper a face
(Quebrar a cara)

Creditar um primata
(Pagar um mico)

Inflar o volume da bolsa escrotal
(Encher o saco)

Impulsionar a extremidade do membro inferior contra a região glútea
de outrem
(Dar um pé na bunda)

Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades de acampamento
(Chutar o pau da barraca)

Deglutir um batráquio
(Engolir um sapo)

Colocar o prolongamento caudal em meio aos membros inferiores.
(Meter o rabo entre as pernas)

Derrubar com intenções mortais
(Cair matando)

Eximir de qualquer tipo de sorte
(Azarar)

Aplicar a contravenção do Senhor João, este deficiente físico
desprovido de um dos membros superiores
(Dar uma de João sem braço)

Sequer considerar a utilização de um longo pedaço de madeira
(Nem a pau)

Sequer considerando a possibilidade da fêmea bovina expirar fortes
contrações laringo-bucais
(Nem que a vaca tussa)

Sequer considerando a utilização de instrumentos metálicos
(Nem ferrando)

Derramar água pelo chão através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente
(Chutar o balde)

O orifício circular conjugado, localizado na parte ínfero-lombar da
região glútea de um individuo em avançado estado etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade
(Cu de bêbado não tem dono)

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Onde fica pune?

Notícia sobre o garoto que morreu na Barra dos Coqueiros eletrocutado num terreno baldio. Lá pelas tantas, o repórter cita: "...os parentes da vítima pedem por justiça, mas teme que a morte de Jorge fiquem em pune" Fiquei pensando e acabei consultando minha amiga Lisbela sobre o termo. Ficamos entre uma cidade, uma fruta ou um animal. Pune poderia ser qualquer coisa menos o que o repórter quis dizer: impune de impunidade

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Isso já aconteceu aqui em Aracaju

Na última quarta-feira (31/03), um grupo de manifestantes hostilizou jornalistas que cobriam a passeata dos professores estaduais de São Paulo, em greve desde o dia 08/03.
O grupo, de aproximadamente 15 pessoas, cercou um carro da TV Globo e protestou contra a emissora, alegando que a mídia criminalizava os sindicatos e as manifestações, e protegia o ex-governador José Serra. “O povo não é bobo, abaixo a rede Globo”, gritavam ao redor do carro. Alguns chegaram a jogar copos e garrafas plásticas contra o link.
A coordenação do movimento pediu que os manifestantes deixassem a reportagem, mas as palavras de ordem continuaram e o carro da emissora se retirou do local.

Texto do UOL

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Ignorar o regionalismo dá nisso...

Deu na coluna do sergipano Ancelmo Góis, no Globo: “O Sindicato dos Professores do Rio decidiu denunciar a prefeitura ao MP por causa da frase de uma cartilha, que diz: “Minha chaninha não cheira bem. Cheira a chulé”. Alega que a palavra pode significar chinelo em algum lugar, mas, no Rio, quer dizer outra coisa. João Batista Araújo e Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, que fez a cartilha (e não o Instituto Ayrton Senna, como foi publicado aqui), sai em defesa do livro. É, como bom sergipano Ancelmo sabe que na sua terrinha chaninha não significa chinelo, nem que a vaca tussa...

Coluna de Cláudio Nunes